segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

Exploração política da desgraça alheia

por Stanley Burburinho
1 – O jornal O Globo publicou na sua versão online matéria, com chamada em letras garrafais fazendo suposta denúncia de que a Cruz Vermelha de Teresópolis estaria sendo  impedida de trabalhar no socorro a vítimas pela prefeitura local. O Prefeito de Teresópolis, Jorge Mário é do PT:
“Publicada em 17/01/2011 às 10h48m
Cruz Vermelha de Teresópolis diz que está impedida de trabalhar no socorro a vítimas pela prefeitura local
Segundo relato de membros e voluntários, prefeitura decidiu que entidade não poderia mais fazer atendimentos médicos dos desabrigados
(…)”
2 – Às 11h05m, a Prefeitura de Teresópolis emitiu nota desmentindo o Globo e dizendo que está trabalhando em parceria com a Cruz Vermelha e que o Governo Municipal e a organização humanitária estão empenhados em ajudar a quem está precisando neste momento, de tantas dificuldades:
“Cooperação Prefeitura e Cruz Vermelha
A Prefeitura de Teresópolis esclarece que está trabalhando em parceria com a Cruz Vermelha. O Governo Municipal e a organização humanitária estão empenhados em ajudar a quem está precisando neste momento, de tantas dificuldades. Este é o objetivo: trabalhar em conjunto em prol da população e das pessoas atingidas pelo forte temporal que assolou a Região Serrana.”
3 – Logo depois da nota emitida pela Prefeitura de Teresópolis, o Globo publicou uma notinha no “Plantão de Notícias” com o texto da prefeitura. E, apesar da nota da prefeitura, às 13h35m, a manchete em letras garrafais ainda continuava na capa do jornal:
“Plantão | Publicada em 17/01/2011 às 12h27m
Prefeitura de Teresópolis afirma que está trabalhando em parceria com a Cruz Vermelha
(…)”
4 – Pegando carona na suposta denúncia do Globo, o PSDB-RJ publicou no seu site o texto abaixo:
“Prefeitura petista dificulta trabalho da Cruz Vermelha em Teresópolis
Seg, 17 de Janeiro de 2011 13:04
Denuncia do Globo On Line informa que a Prefeitura de Teresópolis, cujo titular, o petista Jorge Mário Sedlacek, antes mesmo de enterrar os mortos já afirmou que precisa de R$590 milhões para “reconstruir” a cidade, está impedindo o trabalho da Cruz Vermelha, obrigando a instituição a suspender a assistência que vinha prestando naquela cidade.”
Fonte: Viomundo

Um comentário:

Vince Ribeiro disse...

Você sabia que, em média, os ganhos mensais de um deputado e/ou senador Brasileiro (incluindo o salário mensal de R$26.723 mais os 14º e 15º salários, Cotão, Verba indenizatória, Verba de transporte aéreo, Cota postal, Cota de telefone fixo, Cota de telefone celular, Auxílio-moradia, Carro oficial, Combustível para carro oficial, Servidores de gabinete, Verba de gabinete, Ressarcimento de despesas médicas e Ressarcimento de despesas odontológicas e psicoterápicas) ultrapassam a limiar de R$ 110.000. E este é o “salário” do político mais barato do congresso. Essas cifras podem chegar à até R$ 159.061. Gostaria de enfatizar que este custo é mensal! Indignado? Junte-se a causa “Apóie a redução do salário dos políticos Brasileiros” no facebook.